Pesquise neste blog

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

MICROTRÁFICO É RESPONSÁVEL PELA VIOLÊNCIA, DIZ ESPECIALISTA

Fonte: O Povo
A falta de estruturação dos grupos organizados em tráfico de drogas, em Fortaleza, é a principal causa para tantas mortes e tantos feridos. A explicação do sociólogo Ricardo Moura, mestre em Políticas Públicas pela Universidade Estadual do Ceará (Uece) e doutorando em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará (UFC) é de que a rivalidade entre as pequenas gangues é a motivadora dos conflitos.

Pesquisador do Laboratório de Estudos da Violência (LEV), Ricardo Moura afirma que a falta de supremacia dos grupos, com geralmente entre três e seis membros, faz com que aumente a rivalidade. “Em Fortaleza, a maioria dos grupos é feito pelo pequeno, no máximo, o médio traficante e as gangues precisam o tempo inteiro disputar a hegemonia”, aponta o sociólogo, que realizou a dissertação de mestrado no bairro Jangurussu.

Segundo ele, são pequenos grupos que se matam, se desestruturam e se formam novamente. Aos moldes do início do tráfico no Rio de Janeiro. No entanto, com algumas peculiaridades: a idade dos envolvidos é cada vez menor.

Moura aponta que a maioria das iniciativas não é muito bem organizada. É o chamado microtráfico. “É o tipo de tráfico que gera mais mortes”. O pesquisador observou também que, como geralmente são jovens que se envolvem no tráfico de drogas, muitas vezes as brigas ocorrem, internamente, por questões menos importantes. O exemplo disso são questões de masculinidade e de orientação sexual. A chamada “arenga”.

“Você observa que há uma redução nas idades, principalmente por conta do grande número de mortes. É uma atividade de carreira muito curta”, diz. Boa parte dos traficantes também é viciada.

A professora doutora e pesquisadora do LEV, Camila Holanda defende que a maior parte dos envolvidos com gangues é de jovens que vão ter dificuldade de se inserir no mercado de trabalho e vem de uma família com situação de desemprego. “Eles terminam usando a violência como reação de insatisfação, embora pensem de maneira mais imediata a sua vida. Sabem que, a longo prazo, não é possível planejar a vida, porque têm consciência que é curta”, comenta. (AF)



Curta nossa página no Facebook - Instinto Policial


Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO ...

PODE AINDA APROVEITAR ESSE ESPAÇO PARA FAZER DENÚNCIAS