Pesquise neste blog

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

ROUBO NO BANDO DE PALHANO TERMINAR EM TIROTEIO E QUATRO ACUSADOS MORTOS

Fonte: Combate Policial e DN
Quatro bandidos mortos, outros três capturados e a apreensão de várias armas de fogo, entre elas, pistolas e um fuzil. Este foi o resultado de um cerco policial na região compreendida entre os Municípios de Palhano e Beberibe. Tudo isto aconteceu logo após uma quadrilha ter atacado a primeira cidade, na tarde de ontem. O bando metralhou a sede do destacamento policial, fez dois PMs reféns e, ainda, explodiu os caixas eletrônicos da agência do Banco do Brasil.



O ataque em Palhano (a 150Km de Fortaleza) ocorreu no estilo ´novo cangaço´. Os ladrões se dividiram em dois grupos e atacaram, ao mesmo tempo, o prédio do contingente da Polícia Militar e a agência do BB, utilizando explosivos para destruir os caixas. Na fuga, levaram dois soldados como reféns, que, depois, foram abandonados numa estrada de terra.



Tiroteio


Segundo a Polícia, parte dos assaltantes que invadiu na agência do BB estava vestindo ternos. Os demais usavam capuzes e empunhavam armas de grosso calibre. Funcionários da agência, clientes e seguranças foram facilmente dominados no banco, enquanto dois PMs eram mantidos reféns no Destacamento e, em seguida, foram usados como ´escudo humano´ na hora da fuga. A quadrilha estava dividida em dois veículos.

O confronto com a Polícia, segundo informações do 1º BPM (Russas), até por volta das 22 horas, teria ocorrido nas cercanias do distrito de Serra do Félix, no Município de Beberibe. Os assaltantes em fuga se depararam com duas patrulhas do Comando Tático Rural (Cotar), pertencente ao Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), sob o comando do tenente PM Rafael Sidrim. Houve uma intensa troca de tiros entre os militares e os criminosos fortemente armados. Quatro deles teriam morrido no local, enquanto outros três acabaram presos. Segundo o comandante da PM, coronel Werisleik Ponte Martins, pelo menos, três pistolas e, provavelmente, um fuzil, foram recolhidos no local. A Polícia não informou se o dinheiro roubado do BB de Palhano foi recuperado.



Repetição


Esta foi a terceira vez, em apenas um ano, que a cidade de Palhano acabou atacada por assaltantes de bancos. O primeiro assalto aconteceu no dia 30 de novembro de 2011, quando os criminosos invadiram a agência do BB, fizeram vários reféns e levaram todo o dinheiro que havia ali.


Tiros foram disparados no interior do prédio, deixando marcas também nas portas de vidro da agência.

O segundo assalto aconteceu no dia 6 de junho último, quando criminosos utilizaram explosivos para destruir os caixas. Contudo, fugiram sem roubar nada.

Ontem à tarde, já perto do fim do expediente bancário, as cenas se repetiram. A quadrilha sitiou a cidade e provocou atos de violência. Mas, desta vez, no entanto, o cerco policial foi rápido e eficiente. Reforços do 1º BPM (Russas) e dos destacamentos dos Municípios vizinhos, como Morada Nova, Beberibe, Aracati e do Comando Tático Rural (Cotar) foram mobilizados, culminando no confronto.

Prisões

Segundo o Comando-Geral da PM, hoje será concedida uma entrevista coletiva para que sejam fornecidos à Imprensa detalhes da operação. O comandante do BPChoque, major PM Alexandre Ávila, se dirigiu ao local. Neste ano, 108 pessoas foram presas no Ceará por assaltos a bancos.




Quarto acusado

O quarto acusado de envolvimento na tentativa de roubo a banco na cidade de Palhano foi preso nesta quarta-feira (5), no município de Cascavel, em posse de um fuzil. A ação criminosa aconteceu na última terça-feira (4) e culminou na morte de outros quatro indivíduos, que participaram diretamente da ação.
Foram apreendidas armas, munição, dinheiro,
coletes à prova de balas e dinamite.
Foto: Jéssika Sisnando.
Conforme prometido, a Polícia Civil realizou uma entrevista coletiva presentar o balanço final da operação realizada que prendeu três acusados ainda na terça e o último nesta quarta.
Identificados
A Polícia informou que foram presos Lindoberto Silva de Castro, 29, que já responde por tráfico de drogas e porte ilegal de armas; Josivan Crispim da Silva, 38; Gleidiano Massarre da Silva Lima, 27, natural do Rio Grande do Norte; e Márcio André da Rocha, 26, preso nesta quarta-feira.
Ainda de acordo com o comandante da Polícia Militar do Estado do Ceará, coronel Werisleik Pontes , o acusado Lindoberto financiava os assaltos da quadrilha, que também é suspeita de praticar assaltos em Quixadá.
Dos quatro mortos, apenas dois foram identificados. São eles: Francisco Apolicácio Ferreira Farias, conhecido como "Apolo", e Cícero Antonio Ferreira Faria, conhecido como "Cris".
Apreensões
Foram apreendidos com o grupo que realizou o roubo seis pistolas de uso restrito das forças armadas, sendo quatro 9 milimetros e duas .40 com dez carregadores e cerca de 60 munições. Além da escopeta calibre 12 e cinco coletes à prova de balas.
Cotar
A Polícia ressaltou o trabalho do Comando Tático Rural (Cotar), que tem sido fundamental na diminuição dos assaltos a banco. Foram realizadas 115 prisões neste ano de 2012, de integrantes de quadrilhas especializadas em assaltos a banco. O Cotar conta com um efetivo de 80 homens, mas tem previsão de dobrar o número no ano de 2013.  
Fotos dos acusado do assalto:
















Curta nossa página no Facebook - Instinto Policial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO ...

PODE AINDA APROVEITAR ESSE ESPAÇO PARA FAZER DENÚNCIAS