Pesquise neste blog

terça-feira, 7 de maio de 2013

RONDA DE ITAPAJÉ PRENDE UM HOMEM EM POSSE DE UMA MUNIÇÃO DE ARMA DE FOGO E DROGAS

Constantemente as equipes do Ronda do Quarteirão de Itapajé vinham recebendo denuncias de que em uma casa na Rua Ilário Marculino, no bairro Piçarra, havia movimentação suspeita desde a chegada de três rapazes, que segundo populares, eram de Fortaleza, e na tarde de ontem foi possível abordar o grupo e foi encontrado dentro da casa porções de maconha e uma munição de arma de fogo. 



Dentro da casa estavam cinco pessoas, dentre elas dois menores suspeitos de assaltos que vinham acontecendo próximo ao bairro.

Inclusive um dos menores, confessou a pratica de um delito e falou como manuseava a arma, que segundo ele é de fabricação caseira. A arma não foi localizada.


Todo o grupo foi levado a Delegacia, e, o responsável pela casa foi autuado por posse ilegal de munição e drogas. 

Curta nossa página no Facebook - Instinto Policial

4 comentários:

  1. Parabéns! Belo trabalho da composição que fez a apreensão. Desde a chegada desse grupo ao bairro, a população demonstrou preocupação, temendo que voltasse a ocorrer aquelas velhas práticas. Algumas denúncias foram feitas, tanto pessoalmente, como por telefone. E aí está a resposta!!!

    ResponderExcluir
  2. Fico triste quando vejo essas açoes do ronda onde são presos mais de uma pessoa e somente um é autuado, sou leigo no assunto mais eu acreditava que daria fazer procedimentos contra todos, na ocasião formação de quadrilha, mas infelismente não é como queremos, pois depende da interpretação do delegado....

    ResponderExcluir
  3. os demais não foram presos por serem menores, né não ?

    ResponderExcluir
  4. A realidade policial em nosso país, em especial em nosso Ceará, é muito triste. Se formos analisar as ações da PM em Itapajé, para facilitar o entendimento, constataremos que MUITAS das vezes os mesmos indivíduos são conduzidos à DP não apenas uma, duas, três... vezes, mas diversas!!! Isso faz com que a população se revolte contra a PM: "já soltaram!!!"; Por falta de conhecimento das Leis e da Justiça Nacionais, que obrigam a Autoridade Policial, no caso o Delegado, a agir de tal maneira; cria no PM o sentimento de impotência, visto que o acusado sai da DP primeiro que o agente que o prendeu, gerando aquela velha sensação de estar "enxugando gelo". De quem seria a culpa dessa situação? De que maneira poderíamos dar um BASTA!? Talvez, nem eu nem você tenhamos uma resposta para essas indagações, mas vale a pena refletir e buscar uma maneira URGENTE de mudar essa realidade.

    ResponderExcluir

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO ...

PODE AINDA APROVEITAR ESSE ESPAÇO PARA FAZER DENÚNCIAS